Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
O CEARÁ É RECONHECIDO COMO ÁREA SOB ERRADICAÇÃO OU SUPRESSÃO PARA O CANCRO CITRICO PELO MAPA PDF
Qui, 31 de Agosto de 2017 15:55

 

O CEARÁ É RECONHECIDO COMO ÁREA SOB ERRADICAÇÃO OU SUPRESSÃO PARA O CANCRO CITRICO PELO MAPA

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA reconheceu oficialmente o status fitossanitário de Área sob Erradicação e Supressão para Cancro Cítrico (Xanthomonas citri subsp. citri) no estado do Ceará, conforme Resolução MAPA n.º 13, de 28 de agosto de 2017, publicada na mesma data no Diário Oficial da União. O levantamento fitossanitário para detecção do cancro cítrico no Estado vem sendo realizado pelos Fiscais Estaduais Agropecuários, desde 2011, nos plantios de citros (laranja, limão e tangerina) e kinkan, em áreas comerciais, não comerciais (fundo de quintais), experimentais e viveiros de produção e comercialização de mudas. Os sintomas de Cancro Cítrico manifestam-se nas folhas, ramos e frutos, e a principal forma de disseminação ocorre através do movimento de material propagativo e frutos de plantas infectadas. A partir de 06 de março deste ano, com a vigência da Instrução Normativa MAPA nº 37/2016, que estabeleceu novos critérios e procedimentos para o estabelecimento e manutenção do status fitossanitário relativo a praga cancro cítrico, de: Área de Não Ocorrência; Área Livre; Área sob Supressão e Erradicação; e Área sob Sistema de Mitigação de Risco, o Ceará por meio da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará – Adagri, submeteu a apreciação do MAPA à solicitação de reconhecimento do estado do Ceará como área sob erradicação ou supressão da praga Cancro Cítrico.

A conquista deste status é resultado da força de trabalho, dedicação e compromisso dos fiscais e agentes estaduais agropecuários desta Agência com a defesa sanitária vegetal do Estado. O status fitossanitário de “Área sob Erradicação ou Supressão” para Cancro Cítrico coloca o Ceará numa posição de destaque nacional, além de favorecer a abertura de novos mercados para os citricultores cearenses, pois possibilita que os frutos e mudas cítricas produzidas sejam comercializados para outros Estados, o que sem essa conquista era impossível, já que o comércio interestadual estava proibido. Atualmente o Ceará tem 3.119 ha cultivados com citros, mas apresenta grande potencial para expansão.

Informado por:

Neiliane Santiago Sombra Borges

Gerência de Gestão de Risco



Luiz de Oliveira Costa Júnior

Gerente de Comunicação

Última atualização em Qui, 31 de Agosto de 2017 16:15
 

Calendário

Decembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6